Diagnóstico em Audiologia
 
2824 - EFEITO DA ESTIMULAÇÃO CONTRALATERAL E BINAURAL NA SUPRESSÃO DAS EMISSÕES OTOACÚSTICAS EM NEONATOS SEM RISCO PARA PERDA AUDITIVA
Apresentador : Tathiany Pichelli
Autor(es) / Coautor(es) : Pichelli, T,S.; Abdo A.G.R.; Sanches, S.G.G.; Campos, U.P., Neves, I.F.; Carvallo, R.M.M.


Introdução: A função do trato olivococlear medial em humanos pode ser avaliada por meio da supressão das emissões otoacústicas, exame clínico que se mostra promissor para a análise do estado coclear e dos mecanismos auditivos centrais, auxiliando no diagnóstico de lesões e disfunções retrococleares. O estudo sobre a supressão das emissões otoacústicas com apresentação de estímulo supressor contralateral ou bilateral torna-se útil para avaliar a interação entre as orelhas e contribuir para a investigação da ação do sistema eferente. Objetivo: Os objetivos do presente estudo foram: 1)Verificar a presença de supressão das emissões otoacústicas por transientes com estimulação contralateral em recém-nascidos sem risco para perda auditiva; 2) comparar o efeito de supressão bilateral e contralateral das EOAT. Metodologia: A casuística foi composta por 30 neonatos sem risco para perda auditiva nascidos a termo no alojamento conjunto de maternidade , na faixa etária de 24 a 96 horas de vida. Foi realizada a pesquisa das EOAT em ambas as orelhas, inicialmente com estimulação unilateral e posteriormente com estimulação bilateral (estímulo eliciador fornecido simultaneamente para ambas as orelhas). Em seguida realizou-se a pesquisa da supressão das EOAT com estímulo supressor contralateral. Foi utilizado o Analisador de Emissões cocleares Echoport ILO 292 USB II, versão 6, Otodynamicse e o Teste de Wilcoxon para análise estatística. Resultados: A estimulação contralateral apresentou valores com diferenças estatísticas significantes nas situações com e sem ruído. Comparando-se o valor da supressão bilateral com a supressão contralateral, os resultados não foram estatisticamente significantes, porém observaram-se maiores valores de supressão com a estimulação acústica bilateral.Conclusão: O presente estudo demonstrou que houve presença de supressão das EOAT com estímulo contralateral. A estimulação binaural possui efeito supressor, sendo capaz de ativar o sistema eferente, apresentado maior efeito supressor quando comparada a estimulação contralateral.

.


Dados de publicação
Página(s) : p.2824
URL (endereço digital) : http://www.audiologiabrasil.org.br/eiamaceio2011/anais_select.php?eia=&pg=buscaresult&cid=2824
ISSN : 1983-179X